sábado, 20 de agosto de 2016

DOMAR O LEÃO

ABC 3 x 1 Fortaleza. Lembro jogo eliminatorio pela seri C 1995.
Sob o comando de Ferdinando Teixeira o ABC eliminou o tricolor com gols de Barata (2) e Henrique.

sábado, 9 de julho de 2016

ABC X CUIABÁ

Primeiro confronto do clube do Povo diante do auri-verde do Mato Grosso. Vamos relembrar um confronto do Mais querido diante do clube mais tradicional daquele estado, o MIXTO EC.

Eu e meu pai estávamos entre os 6.438 pagantes. O ABC tinha contratado um centroavante alto, chute forte, o capixaba ARILDO, que viria a brilhar no Cruzeiro. Naquela noite de 24/03/85, ARILDO marcou três gols e o prata da casa Tião completou a goleada de  4 x 0, placar da moda hoje em dia.

Não lembro o porque, mais assisti o referido jogo por trás do gol da BR, já proxima ao local onde ficava a torcida do nosso mais tradicional rival. ACho que chegamos em cima da hora e o Frasqueirão estava todo ocupado.

O ABC fez uma grande exibição, com vários atletas da casa. O treinador Sebastião Leônidas mandou a campo, País, Wassil Mendes (Jailson), Luis Oliveira, Zé Adilson e Waldecy; Baltazar Germano, Márcio Ribeiro (Arié) e Alex; Capanema, Arildo e Tião.

Amanhã ninguém pode faltar. ALô Frasqueira, que vai haver show de Bola.

https://www.youtube.com/watch?v=T-Hn0NC6GSQ      

domingo, 3 de julho de 2016

ERIVELTON, O GARÇOM DE SANTA MARIA

Há quanto tempo o ABC não goleava em jogos do Brasileiro ? Merece destaque na noite de ontem o exuberante futebol do garoto Erivelton, formado pelo Mais Querido. Serviu os companheiros em tr~es do quatro gols. ALô Deus a Frasqueira te agradece senhor.

sábado, 2 de julho de 2016

ABC 2 x 0 RIVER

Relembro o primeiro confronto entre as duas equipes. Estive presente naquela tarde em 30/10/77.
O ABC fazia grande campanha naquele brasileirão, sendo o melhor colocado da região Nordeste no grupo C, liderado pelo Corinthians campeão Paulista, jejum quebrado dias antes.
Diante do campeão piauiense e seu conhecidíssimo artilheiro SIMA, o téc.  Waldemar Carabina, que fez história no Mais Querido, mandou a campo, Hélio Show, Orlando, Pedro Pradera, Cláudio Oliveira e Vuca; Baltazar Germano, Maranhão Barbudo e Danilo Menezes; Paulo César Cajá (Noé Silva) , Anderson Sarampinho (Santa Cruz) e  Noé Macunaíma. Os gols foram marcados por Maranhão e Santa Cruz.
Que hoje os comandado de Geninho, outro técnico paulista que vem fazendo historia no clube do povo, brindem a frasqueira com nova vitória. A nação alvinegra precisa jogar junto.  

quarta-feira, 29 de junho de 2016

CENTO E UM ANOS

Dia de São Pdro, aniversaria o clube do povo do RN. Tentei relembrar fatos marcantes na história do Mais Querido. A fundação no Bairro da Ribeira, o primeiro jogo interestadual com o Santa Cruz em 1916.
Nos anos 1920, com o advento do então moderno estádio Juvenal Lamartine, o ABC foi o primeiro campeão no estadinho do Tirol. Os anos 1930/40  foram marcados pelo glorioso Decacampeonato (1932/1941) sob o comando do grande Vicente Farache e o esplendoroso craque Albano.
Os anos 1950, começaram com o título do ano Santo, o estádio Maria Lamas Farache, o inédito título das quatro estrelas (1954), Zé Neguinho, descobridor de talentos, o craque Dequinha, primeiro atleta do ABC a vestir a camisa da seleção brasileira, construção da portentosa sede da Potengí, os grandes eventos sociais, o saudoso presidente Ernani Alves da Silveira, o rei Jorginho Tavares e o príncipe Cadinha . Os anos 1960, foram marcados pelo inicio dos jogos internacionais, com o ABC enfrentando a seleção da Romênia, a chegada do maior jogador da história do clube, Alberi Ferreira Matos, dirigentes como o Sr ALberto Amorim. Anos 1970, começou com Marinho Chagas o melhor lateral do Mundo, a chegada de grandes jogos no JL, confronto internacionais contra o ALianza de Lima, base da seleção peruana que brilhara na Copa do México. Amistosos com o Botafogo/RJ, Palmeiras/SP, presença de vários tri-campeoes do Mundo. A inauguração do Castelão com a primeira vtória e o primeiro gol (William). A participação na campeonato Nacional, marcante para o futebol do RN. Alberi conquistando a bola de Prata. A vinda do maestro Danilo Menezes, o artilheiro Jorge Demolidor. A histórica excursão a Europa, o retorno a Natal, na maior manifestação popular ja ocorrida no estado, o sensacional 2 x 2 com a seleção da União Soviética, então finalista da Eurocopa. Tivemos ainda jogo contra seleção olímpica do Brasil e o craque Rivelino atuando pelo ABC em jogo festivo. Nos anos 80, a mudança para Ponta Negra, o ataque dos cem gols (1983), o lateral Nonato, outro mossoroense a integrar a seleção brasileira.
Os anos 1990, recheado de muitos títulos, craques como Adilson Heleno, Sérgio Alves, Robgol, Mário César, a histórica vitória diante do Fluminense no Maracanã, sob o comando do multicampeão Ferdinando Teixeira. Novo milênio trouxe o estádio Frasqueirão, o garoto Wallysson marcando quatro gols em uma final de estadual, fato inédito, amistoso com o Boca Jrs, o Título de campeão do Brasil em 2010.              

sábado, 11 de junho de 2016

CONFIANÇA

O nome do adversário de hj pela série C, deve ser a palvra de ordem p a nação alvinegra. Relembro o primeiro confronto q vi entre as duas equipes :

Abertura da série A de 1984 onde o o ABC voltava após uma ausencia de quatro anos e recuperar a hegemonia estadual após igual período. Um grande público compareceu ao estádio da Lagoa Nova para presenciar o ataque dos cem gols e uma equipe reforçada com jogadores contratados ao nosso rival, a partir do excepcional goleiro Rafael. O Mais querido correspondeu a expectativa e aplicou um clássico 3 x 1. Lembro como se fosse hoje a alegria minha e do meu saudoso Pai, Lavanere. O artilheiro Silva marcou duas vezes e Dedé de Dora completou a contagem p o ABC. Erandir Montenegro mandou a campo, um timaço :

Rafael, Wacil Mendes, Joel Celestino, Sérgio Poty e Dudé; Baltazar Germano, Marinho Apolônio e Dedé de dona Dora; Haroldo (Noé Macunaíma), Silva e Severinho (Djalminha).      

quinta-feira, 9 de junho de 2016

PAPA TÍTULOS

ABC ganhando tudo em 2016. Hoje a tarde o sub 17 também ganhou o estadual da categoria